mensagem



Este blog tem como objetivo ampliar e qualificar o debate da questão racial e a luta em busca da igualdade social.




quarta-feira, 26 de novembro de 2008

UNA LUTA CONSTANTE


DISCRIMINAÇÃO RACIAL – UMA LUTA CONSTANTE

O dia 20 de novembro representa o regaste dos heróis e militantes da luta conta a discriminação racial brasileira.
Devemos realmente conscientizar o povo dos equívocos colocados em nossas mentes pelos padrões do ensino escravista brasileiro. Muito tempo valorizamos a Princesa Isabel, pela Lei Áurea, hoje sabemos que foi uma Lei que pouco alterou a situação dos negros e negras naquele momento, porque a escravidão já se encontrava decadente e enfraquecida pelas lutas dos abolicionistas , e a opinião pública mundial, principalmente a Inglaterra que combatia em alto mar os navios negreiros e as fugas em massa das fazendas pelos escravos que sempre lutaram e sonharam com a liberdade.Mesmo assim a Lei Áurea foi uma lei cruel que colocou os negros e negras libertos entregue a sua própria sorte sem nenhum planejamento e responsabilidade do Estado.
A Lei do Sexagenário que só beneficiava os donos de escravos, que após sugar toda condição laboral dos negros e negras ficavam isento da responsabilidade de sustentar e cuidar dos mesmos, abandonando à própria sorte,, sem nenhuma condição de sobrevivência.
Nada mais cruel do que separar a mãe de seus filhos, e isto era o que decretava a Lei do Ventre livre,nascia assim os primeiros menores abandonados, a mãe continuava escrava e o filho livre, porém se o mesmo continuasse junto a genitora era forçada a produzir para o patrão até 21 anos de idade, resumindo continuava escravo, mesmo o estado tendo ressarcido em dinheiro o dono do escravo.
Hoje o nosso papel é desmascarar esta farsa. Temos que resgatar o estudo africano no nosso ensino básico. Por isso conquistamos a Lei 10.639. É fundamental que haja avanço significativo na reparação racial, seja através das cotas no ensino público e com no combate ao racismo institucional; mudando pensamentos e paradigmas e enfrentando o dissimulado racismo brasileiro . Vamos de fato ocupar os espaços que temos na sociedade!
20 de novembro, Dia da Consciência Negra, dia de resgate da nossa cidadania e de nossa liberdade. Dia de todos que lutam pela Igualdade Racial, em busca de um Brasil Negro e melhor .
DATAS HISTÓRICAS
DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA – 20 DE NOVEMBRO DE 1695 ( MORTE DE ZUMBI)
REVOLTA DE BÚZIOS – 12 DE AGOSTO DE 1798
REVOLTA MALÊ - 25 a 27 de janeiro 1835:
LEI DO VENTRE LIVRE – 28 DE SETEMBRO DE 1871
LEI DO SEXAGENARIO – 28 DE SETEMBRO DE 1885
LEI ÁUREA - 13 DE MAIO DE 1888

Um comentário:

  1. Precisamos pensar que historicamente as lutas dos "movimentos em prol da libertade dos africanos escravizados", seguiram um viés coletivo....as leis de uma certa maneira serviram para camuflar a realidadesocial que por hora começava a se forjar. Como poderia dar conta de um contigente de escravos "velhos", sem "produtividade laboral" ?
    Uma das marcas mais fortes dessa concepção é pensar por exemplo que as políticas públicas repatórias, são frutos dos tecnocratas do poder público...A luta inclusive contra a descolonização do pensamento É NOSSA !!!
    PARABÉNS PEU PELA INICIATIVA !!!!

    ResponderExcluir