mensagem



Este blog tem como objetivo ampliar e qualificar o debate da questão racial e a luta em busca da igualdade social.




quinta-feira, 4 de novembro de 2010

INTOLERÂNCIA OU INSANIDADE

 




                                                        Intolerância ou Insanidade


Inadmissível presenciar atos de covardia, intolerância e insanidade, cometidos por policiais que deveriam ser agentes de segurança e confiança da população, em pleno século XXI, principalmente estando o nosso país governado por um partido popular socialista que demonstra a sua contrariedade contra a intolerância religiosa e todo tipo de discriminação.Não podemos nem devemos aceitar os fatos acontecidos com a nossa irmã Bernadete, sua comunidade dentro do seu espaço sagrado, que mesmo sendo uma área de domínio federal, foi invadida de maneira arbitrária, sem nenhum amparo judicial, simplesmente baseado em uma denúncia anônima teve seus objetos sagrados profanados, seu povo e orixás tripudiados e ironizados por marginais e insanos elementos pertencentes ao quadro da Policia Militar, que fortemente armado para uma operação de guerra, trouxeram arbitrariamente o terror, a tortura e a truculência nazista para dentro de uma comunidade pacifica e trabalhadora que desamparada só pode assistir o choros os desmaios e a revolta das suas crianças e idosos sem nada poder fazer, sendo controlados pela mira das armas de fogo dos seus algozes que se divertiam com a situação e faziam chacotas do episódio.

Não consigo entender como um ser humano que representa a lei e ordem do estado tenha a coragem de arrastar pelo cabelo por mais de 600mt, uma liderança da comunidade, professora da rede pública, alem do mais incorporada pela sua antiidade, Oxossi e colocar algemada em cima de um formigueiro, não satisfeitos com tremenda bestialidade prender-la e algemar na cela junto com presos comuns.

Que mundo é este? Que país é este? Que ainda permite esta barbaridade contra o povo de matrizes africanas, como pode um representante do estado desconhecer que a nossa constituição é contra qualquer tipo de discriminação principalmente a intolerância religiosa, que força maléfica leva um policial cometer tamanha atrocidade, contra uma sacerdotisa da religião de matriz africana, uma mulher avó, mãe e liderança comunitária.

Nós do movimento negro, povos de religiões de matrizes africanas e a sociedade civil, cobra punição urgente e rigorosa para os protagonistas deste fato nunca visto no Brasil, que envergonha o povo brasileiro e mancha a imagem da policia militar.

È necessário que haja uma retratação a companheira Bernadete, vítima destes indivíduos que travestidos de policiais da vazão aos seus instintos mais baixos, demonstrando o total despreparo para exercer a função a eles designada, estes elementos devem ser retirado do meio da sociedade por se r ameaça a mesma.

Não aceitamos mais passivos estas atitudes, iremos até as últimas conseqüências para fazer valer a democracia no nosso país.

Chega de intolerância religiosa, basta de discriminação seja ela qual for, reagiremos unidos em um só corpo as afrontas, humilhações e as covardias contra nosso povo, a partir de agora todos juntos estaremos mobilizados para fazer valer nossos direitos de cidadãos brasileiros e democráticos.

Justiça e reparação já a Bernadete, a Oxossi e a comunidade do assentamento D.Helder Câmara, distrito de Ilheús.



Axé Peu da CUT.


Nenhum comentário:

Postar um comentário